Diálogos regionais – ATA do 3° encontro!

0
18

Diálogos regionais – ATA do 3° encontro: 22/07/2020

PAUTA: Acessibilidade e descentralização de ações para refletir a Lei Aldir Blanc.

Esteve presente no dia 22/07/2020, as 19:00 horas na terceira reunião do evento chamado Diálogos Regionais, realizado pelo Fórum de Cultura Popular e Artesanato Alagoano. FOCUARTE (ONLINE), um total de 09 municípios e 15 pessoas presentes: 06 de Maceió; 02 de União de Palmares; 01 de Atalaia; 01 de Feira Grande; 01 de Capela; 01 de Traipu; 01 de Ibateguara; 01 de Coqueiro Seco e 01 de Penedo.  Estiveram também, mediando a reunião os líderes do FOCUARTE, o senhor Sérgio Nascimento, representante da FALARTE e do FOCUARTE; a senhora Lailla Brito; senhor João Vitor Lemos Viana; a Mestra Vania Oliveira, a senhora Kátia Dalpiaz e o senhor Cláudio Antonio Santos da Silva.  A reunião tinha a seguinte pauta: Acessibilidade e descentralização pela Lei Aldir Blanc. A senhora Cícera, mestra de Reisado, do grupo de Reisado de (>>>) fez a abertura oficial da reunião dos diálogos regionais, com uma apresentação musical de peças de Reisado, enquanto cantava, ela falava casos sobre os Reisados e sobre alguns entremeios, como: A Juana Baia. Na sequência, a Sra Lailla Nayara Alves de Brito Soares, explicou a dinâmica do encontro com suas pautas e pediu ao coordenador do Fórum, João Vitor Lemos, para apresentar os objetivos do FOCUARTE, que destacou a sua criação por meio da sua representação social, na interação com outras instituições e depois, disponibilizou as redes sociais. A Sra Lailla Nayara Alves de Brito Soares, destacou que o momento da reunião estava aberto para questões e foi chamando as pessoas para se apresentarem, por sua vez, a senhora Ana Clara Alves, se apresentou e desejou uma ótima reunião; depois foi o senhor Fernandes Palmeira, depois o senhor Rafael Santos Aires. Depois foi a senhora Valdenice, da ARTEPEN, que agradeceu e desejou ótima reunião a todos. Depois, foi a vez de Luciano Santos, da produtora Camaleão cultural, destacando a sua ligação com o movimento hiphop e as periferias. Na sequência a srta Lailla Brito, fez uma explanação sobre a implantação e acesso a Lei Aldir Blanc. Ela apresentou como aconteceria a disponibilização da lei em seus incisos. Depois, foi feito questões e sugestões dos participantes, a exemplo, de Marcelo Timbi, da liderança indígena de Feira Grande, que expos seu trabalho com audiovisual realizado com a comunidade, indagando como poderia ter acesso a Lei Aldir Blanc. O Senhor Joao Lemos Brito respondeu que era importante as lideranças culturais em Feira Grande se organizarem junto ao aos vereadores e prefeito. A senhora Keka Rabelo destacou o movimento dos Quilombolas, a qual ela faz parte, evidenciando o caráter exclusivo das etnias indígenas e negras, remanescentes dos quilombos, como área prioritária para acessar a lei Aldir Blanc. A senhora Lailla Brito destacou as atividades culturais desenvolvidas para os editais prioritariamente de caráter online, devido ao isolamento social. A senhora Katia Dalpiaz, teve fala e destacou a crise da pandemia e a realização do FOCUARTE, juntamente com a mobilização social para iacesso a lei, como transformação pessoal e social, e ainda, que as secretarias de cultura não estão preparadas para o acesso a Lei Aldir Blanc, precisando um trabalho conjunto para termos êxitos nas ações. O senhor João Vitor Lemos Viana; coordenador do FOCUARTE, fez o encerramento da reunião conclamando os presentes para o último encontro dos Diálogos Regionais, que acontecerá dia 23/07/2020, as 16: horas.

FORUM DE CULTURA POPULAR E ARTESANATO ALAGOANO- FOCUARTE

Maceió, 22 setembro de 2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui